Você sabe qual é o maior cachorro do mundo?

De acordo com o Livro dos Recordes, o maior cachorro que já existiu no mundo foi  o falecido Dane Zeus (esquerda), com pouco mais de 1,1 metro de altura. O atual, que ainda vive, é o Freddy, com pouco menos de 1,1 metro, sendo poucos centímetros mais baixo que Dane. 

Você já deve ter reparado que as pessoas geralmente parecem um pouco com seus pets. Não na questão da aparência física, claro, mas pelo comportamento no geral. Um atleta fitness geralmente tem um cão maior, que adora correr e passear, enquanto pra uma escritora um cãozinho fofinho que passa o dia todo no sofá quietinho é a preferência.

As pessoas tendem a escolher o animalzinho de acordo com o que vai puxar um pouco mais pro seu comportamento. Uma pessoa mais quieta prefere um cãopanheiro mais silencioso, já pessoas mais ativas gostam daqueles que não param quietos.

Mas você já parou pra pensar qual o maior cachorro do mundo? Bom, isso depende: pra cima, pro lado ou pra frente?

O MAIS ALTO DE TODOS

Bom, se consideramos a altura, de acordo com o Guiness World Records (GWR) o posto é totalmente entregue ao Dane Zeus, que foi o cachorro mais alto de todos os tempos. Ele se manteve no topo do recorde por duas décadas, até o seu falecimento, em 2014. Ele morava nos Estados Unidos e tinha altura de pouco mais de 1,1 metro.

Atualmente, o recorde está nas mãos, ou melhor, nas patas de Freddy, que mora em Essex na Inglaterra. Segundo o GWR, a sua altura chega a pouco menos de 1,1 metro. Quando está "em pé", ou seja, sobre duas patas (não é medido oficialmente pelo GWR), essa altura pode chegar a 2,3 metros!!!

Freddy é um ótimo exemplo de não julgar um livro pela capa. A dona dele, Claire Stoneman informou ao jornal Telegraph que ele era o menorzinho entre todos os seus irmãos quando nasceram.



Falando em medições oficiais, as medições do GWR são todas realizadas por um veterinário profissional. Para se qualificar para o GWR, os cães devem ter pelo menos 1 ano de idade e possuir um "atestado de saúde limpo" certificado pelo veterinário. Mas o famoso detentor de registros não aceita mais pedidos de animais de estimação mais pesados ​​ou mais leves.

Em um e-mail, Amanda Marcus, gerente de relações públicas do Guinness World Records North America, Inc., explicou o porquê. "Agradecemos que o bem-estar do animal de estimação esteja, na maioria dos casos, na vanguarda da mente do proprietário", diz ela. "No entanto, ficamos cada vez mais preocupados com o fato de os proprietários serem potencialmente incentivados a super ou subnutrir seus animais de estimação na busca por reconhecimento. Portanto, para evitar qualquer sofrimento indevido a qualquer animal, encerramos nosso interesse em tais registros".



Fonte: How Stuff Works

Nenhum comentário:

© 2014 ZNT. Tecnologia do Blogger.